Oficina de

Projetos Fotográficos

com Gui Christ

Esta é uma oficina de projetos fotográficos para a orientação de alunos iniciantes ou avançados que desejam realizar um trabalho autoral, ou já tenham um ensaio em desenvolvimento e precisam pensar "fora da caixinha"

 

Formatado como um grande polo de ideias, os encontros serão dinâmicos, diversos e criativos, onde alunos e orientador trabalharão juntos para o desenvolvimento das propostas trazidas para a oficina

 

Ao longo de 14 encontros quinzenais, entre março e novembro, teremos apresentação de conteúdos, análise de referências, exercícios de edição, revisão de portfolio, trocas de experiências e outras atividades, sempre baseadas nas necessidades da turma para o desenvolvimento de um produto fotográfico

 

Após o final da oficina, todos os projetos concluídos pelos alunos - sejam exposições, ensaios, zines ou fotolivros - poderão ser expostos na Galeria Tripé, da CASA TRI, durante evento de lançamento para todos os participantes e convidados

(*custos à parte do valor de inscrição na oficina)

14 aulas

presenciais

28 horas

de conteúdo

Março - Novembro

2020 

Agenda:
Início: 11/Março
Final: 18/Novembro 
Quartas-feiras / Quinzenal
20h às 22h
Local:
Rua Ruy Godoy Costa 38
Vila Olímpia - São Paulo - SP
Investimento:
R$ 450,00 / mês
14 aulas / 28 horas / 8 meses
+1 hora de atendimento
online por mês
Pagamento:
Débito / Crédito
À Vista: R$ 3.150 (12% desconto)
Parcelado: 8 x R$ 450 + taxas
Público:
Fotógrafos profissionais e amadores com projetos autorais em andamento ou em fase inicial
Inscrição:
Vagas limitadas
casatriii@gmail.com
WhatsApp: 11 970 951 958
Professor / Orientador:
Gui Christ é fotógrafo e seu trabalho transita entre a arte, o documental e o fotojornalimo. É colaborador em projetos especiais de veículos como Time Magazine, National Geographic, Billboard, The Washington Post e desde 2015 vem desenvolvendo projetos sobre questões humanitárias sob uma nova ótica e que já lhe rendeu reconhecimento em diversos prêmios internacionais.
 
Com trabalhos selecionados em prêmios de renome nacional como Pierre Verger e Diário Contemporâneo do Pará, ainda teve seu trabalho exposto internacionalmente na Paris Photo, PhotoEspaña, Festival de la Luz e Museu Cuatro Caminos, entre outros eventos.
 
Em 2019, foi selecionado pela conceituada revista European Photography para sua edição especial de 40 anos com os melhores fotógrafos documentais do mundo, segundo os critérios dos editores, e foi indicado pela SP-Foto - o maior evento de fotografia da América Latina - como um dos grandes nomes da nova fotografia contemporânea brasileira. É autor do premiado fotolivro "Marrocos".